domingo, 1 de janeiro de 2017

Bebel Gilberto - 1986


01 - Mais feliz
Dé - Bebel - Cazuza
02 - Nós
Frejat - Cazuza
03 - Amigos de bar
Dé - Bebel - Cazuza
04 - Preciso dizer que eu te amo
Dé - Bebel - Cazuza
05 - Tua na lua
Dé - Bebel - Rachel

Bônus 
06 - Eu Preciso Dizer Que te Amo 
(Gravação de fita cassete com participação de Cazuza)
Dé - Bebel - Cazuza

Músicos
Jorjão Barreto - Dé - Ricardo - Cadu - Pedro Gil - Léo Gandelman - Gerson - Téo Lima - Marçal

*****************************

Nascida em 1966, em Nova York, Bebel é filha de João Gilberto e Miúcha. Não é sem motivo que a sua produção mais conhecida esteja ligada à Bossa Nova e ao Jazz. Esse EP, ou mini LP, é o primeiro registro de Bebel Gilberto em vinil depois da fase infantil (Pirlimpimpim). Gravado quando Bebel tinha 20 anos, há quem afirme que a cantora renegue esse disco, mas aqui há verdadeiras pérolas em parceira com o baixista Dé e Cazuza. Preciso dizer que eu te amo só ganhou notoriedade um ano depois com a gravação de Marina, no LP Virgem. Mas as rádios alternativas, como a Rádio USP tinham-na na programação, assim como Nós e Mais Feliz. Quem conhece Bebel por conta de suas gravações de sucessos da Bossa Nova se surpreenderá com essa fase juvenil.

O Homem Traça diz: ROAM!

 

Mais feliz

5 comentários:

Branco Martins disse...

Boas noites! Puxa, mais uma boa "lembrança" tua. A molecada aqui de casa pensava - senão jurava - que Mais Feliz era da Adriana Calcanhoto, pode? Que memória curta deles!

Vem cá, que bandinha "humilde" neste disco, hein?

Abração!

Homem Traça disse...

Opa! Estamos aqui também pra refrescar a memória das novas gerações! E de fato, a galera do disco era "fraquinha"! Todos "começando" a carreira. Rsrsrs

Grande abraço!

... disse...

Se os boatos são verídicos ou não, não sei. Sei que o EP realmente tem pérolas maravilhosas e até merecia uma nova versão. Abraços, obrigado por compartilhar as informações.

Homem Traça disse...

Concordo completamente: uma nova versão pode trazer outras tantas pérolas do início da carreira.
Valeu a visita, grande abraço!

Anônimo disse...

adoro ouvir essa mulher. se eu pudesse, dormiria com ela.