domingo, 24 de janeiro de 2010

 Maxixes - Régis e Rogério Duprat - 1978

01 - João Lopes
Anônimo - 1910
02 - Ou vai ou racha
Anônimo - 1920
03 - Pinicando
Pedro Salgado - ?
04 - Sertão Paulista
Henrique castellari - 1922
05 - Amorzinho meu
R. Vieira - 1930
06 - Satan
M. Alarido - 1918
07 - Aí Horácio
Guarací da Costa - ?
08 - Tango Maxixe
Anônimo - ?
09 - Sô Capoera
Anônimo - ?
10 - Como é belo o Carnaval
Anônimo - ?
11- Quebra meu povo
Anônimo - ?
12 - A Banda de Lá
Anônimo - ?

Músicos
Severino Gomes da Silva - Benedito Pereira dos Santos - Arlindo Bonadio - Edgar Batista dos Santos - Settimo Paioletti - Dorival Auriani - Geraldo aurieni - Drauzio Chagas - Demetrio Santos Lima - Rafael Galhardo caro - Eduardo Pecci - Hector Bisignani - Isidoro Longano - João Batista Pirahy - Roberto Sion - Walter Ferreira Godinho - Dirceu Simões de Medeiros - Antônio de Almeida

Direção Musical 
Régis e Rogério Duprat

************************************************


Esse LP é o segundo de uma coleção de 5 volumes intitulada "Três Séculos de Música Brasileira".  Trata-se de um excelente trabalho de pesquisa, recuperando partituras e manuscritos que dão a linha para orquestrações originais.

Régis Duprat escreveu na contra-capa desse LP que a palavra Maxixe aparece, pela primeira vez na História "oficial", publicada no Jornal do Commercio em 1883. A referência primeira é para uma dança - libidinosa e excomungada - , a qual foi embalada por gêneros híbridos que misturaram desde o lundú ao tango, passando pela polca, entre outros. É muito interessante a análise que Régis faz em seu texto sobre a formação da dita MPB, de como os indivíduos desprovidos das técnicas e tecnologias de registro comuns nos centros urbanos ficam alijados dos méritos na construção da cultura. Dêem uma lida, vale a pena!

O Homem Traça diz: ROAM!



Sertão Paulista

domingo, 17 de janeiro de 2010

Viola Quebrada - 2000




1 - Viola quebrada
Mário de Andrade
2 - Meu céu
Zé Mulato, Xavantinho
3 - Curraleira
Doquinha, Osmar da Costa Vale
4 - Flor do cafezal
Luiz Carlos Paraná
5 - Caçador
Carreirinho, Tião Carreiro
6 - Moda da pinga
Ochelcis Laureano
7 - Meu primeiro amor
Pinheirinho Jr., H. Gimenez, J. Fortuna
8 - Cana verde
Fandango Paranaense
9 - Moreninha linda
Tonico, Maninho, Priminho
10 - Pedaço da minha vida
Raul Torres
11 - Empreitada perigosa
Moacyr dos Santos, Jacozinho
12 - As mocinhas do sertão
Nhô Belarmino
13 - Gabriel
Rogério Gulin
14 - Cana verde - vinheta
Fandango Paranaense

*************************************************

Viola Quebrada é um grupo curitibano de música regional, formado  em 1997 por Oswaldo Rios (voz e violão), Margareth Makiolke (voz e violão), Rogério Gulin (viola caipira), Maurílio Ribeiro (violão e contrabaixo) e Rubens Pires (acordeom), o nome do grupo foi inspirado em poema de Mário de Andrade. Seu primeiro CD é "Viola quebrada", com participações especiais de Pena Branca e Xavantinho (esse em seu último registro sonoro), do violeiro Roberto Corrêa e do grupo curitibano Terra Sonora. 

O nosso amigo Marcelino, roedor de coisas mui preciosas, foi quem mandou esse disco.  Para mais informações sobre o Grupo Viola Quebrada, dêem uma olhadinha aqui.

O Homem Traça diz: ROAM!



Viola Quebrada