domingo, 26 de março de 2017

Nana Caymmi - 1979


01 - Sem fim 
Novelli - Cacaso
02 - Depois do natal
João Donato - Lisyas Enio
03 - Clube da Esquina nº 2
Milton Nascimento - Lô Borges - Márcio Borges
04 - No analices 
Claudio Cartier - Paulo Feital
05 - Amargura 
Radamé Gnatalli
06 - Pra não chorar 
Sérgio Natureza - Tunai
07 - Palavras 
Gonzaga Jr
08 - Nossa dança 
Danilo Caymmi - Ana Terra
09 - Contrato de separação
Dominguinhos - Anastácia
10 - Patrulhando (Masmorra) 
João Bosco - Aldir Blanc - Paulo Emílio
11 - Formicida, corda e flor (O último bolero) 
Rosa Passos - Fernando Oliveira
12 - Denúncia vazia
João Bosco - Aldir Blanc

Músicos
Novelli - Toninho Horta - João Donato - Danilo Caymmi - Wanda Eichbauer - Pareschi - Vital Daltro - Pachoal Perrotta - Aizik Geller - Carlos Eduardo - Walter Hack - José Lana - Virgílio Arraes - Carlos Hack - Marcelo Pompeo - Arlindo Penteado - Frederich Sthephany - Marcos Nissensom - Márcio Mallard - Macedo - Marcio - Alceu A. Reis - Lúcio - Atelisa - Macedo - Faini - Luiz Carlos - Thomas - Svab - Pirulito - Toninho - Penteado - Roberto Silva - Dominguinhos - Luiz Alves - Jorginho - Jaime - Darcy - Niltinho - João Bosco

*****************************

Belíssimo LP com capa dupla e um time de primeira dando suporte às 12 canções que o recheiam. Aqui, com boleros, valsinha e balada, Nana dá o seu recado para os amores que insistem em se construir e demolir no tempo.

O Homem Traça diz: ROAM!

 

Denúncia vazia

Nana - 1977 - Nana Caymmi


01 - Dona Olímpia
Toninho Horta - Ronaldo Bastos
02 - Milagre 
Dorival Caymmi
03 - Perdoa, meu Amor 
Georges Moran - J.G. de Araújo Jorge
04 - O que se sabe de cor
Fernando Leporace
05 - Falam de mim 
Noel Rosa de Oliveira - Eden Silva - Anibal Silva
06 - Soneto a Mamá
Joan Manuel Serrat
07 - Fingidor
Sueli Costa
08 - Cais
Milton Nascimento - Ronaldo Bastos
09 - Se queres saber
Peterpan
10 - Meu menino
Danilo Caymmi - Ana Terra 
11 - Não há lugar
Ivan Lins - Gilson Peranzzetta - Vitor Martins
12 - Modinha
Antônio Carlos Jobim - Vinícius de Moraes

Participação especial
Dorival Caymmi

Músicos
Dory Caymmi - João Donato - Ivan Lins - Toninho Horta - Novelli - Nelson Ângelo - Luiz Alves - Roberto Silva - Chico Batera - Ariovaldo - Giancarlo Pareschi - Pesach Nissebaum - Jorge Faini- Alfredo Vidal - Álvaro Vetere - José Dias de Lana - João Daltro de Almeida - Walter Hack - Virgílio Arraes - José Alves - Carlos Hack - Marcelo Pompeo - Aizik Geller - Arlindo Penteado - Nelson Macedo - Frederich Sthephany - Marcos Nissensom - Márcio Mallard - Alceu A. Reis - Iberê Gomes Grosso - Georgio Bariola - Peter Dauelsberg - Danilo Caymmi - Celso Porta Woltzenlogel - Nicolino Copia - Zdnek Swab - Luiz Candido - Brás Limonge - José Botelho

***********************

Esse é o quinto LP da brilhante carreira de Nana Caymmi, a qual se iniciou em 1960 ao lado do pai. 
Nana tem formação em canto lírico, gravou o sue primeiro LP solo em 1965 e possui uma das mais valiosas vozes da música popular brasileira. Seu estilo transita entre a música brasileira e o jazz, tem em seu repertório canções com letras tristas e melodias cortantes.

Nessa fase de sua carreira, meados dos anos 1970, há uma interlocução muito próxima com a sonoridade do Clube da Esquina. Por isso temos aqui os primeiros registros de "Dona Olímpia" com letra de Ronaldo Bastos (antes instrumental) e "Meu menino", que ganharam maior notoriedade no LP duplo do Clube da Esquina número 2.

O Homem Traça diz: ROAM!

 

Meu menino

Língua de Trapo - 1982

Postagem original: 08/05/2013


1 - Burrice precoce 
Laert Sarrumor
2 - Reguí spiritual 
Laert Sarrumor
3 - Tragédia afrodisíaca 
Carlos Melo - Guca Domênico
4 - Xote bandeiroso 
Laert Sarrumor
5 - Concheta 
Carlos Melo - Cassiano Roda
6 - Xingu disco
Carlos Melo - Laert Sarrumor
7 - O que é isso companheiro
Guca Domênico - João Lucas
8 - Vampiro S.A.
Laert Sarrumor
9 - Romance em Angra 
Guca Domênico - Laert Sarrumor
10 - Quem ama não mata 
Guca Domênico
11 - Vinheta invertida 

Músicos
Laert - Guca - Domenico - Pituco - Carlos Castelo - Lizoel Costa - Luiz Lucas - João Lucas - Fernando Marconi - Ademir Urbina - Sérgio Gama

************************

Esse é um dos mais hilários grupos que mistura música e humor que já conheci. Desde os idos 1979, atuam sem o glamour da grande mídia e seguem com sua língua ácida. Esse disco é o primeiro, traz canções que podem ser tomadas por clássicos das rodas de violões e ganidos de bares e fogueiras habitados por "jovens alternativos" dos anos 80 e 90. Hoje, os jovens de idade avançada, rebeldes por natureza, ainda entoam "Vampiro S.A." para acalentar cada carta de aviso prévio de uma longa coleção de ex-empregos.

O Homem Traça diz: ROAM!


Vampiro S.A.