terça-feira, 15 de abril de 2014

Programa Criatura de Sebo 23



Bloco Música Popular Brasileira

1 – Índia
De: Guerrero e Flores
Por : Taiguara
Disco: Canções de amor e liberdade
1983

2 – Grupo Krahô
De: Krahôs
Por: Marlui Miranda
Disco: Olho D’água
1979

3 – Pindorama
De: Paulo Tatit e Sandra Peres
Por: Palavra Cantada
Disco: Canções Curiosas
1998

4 – Kykyô (Quyquyô)
De: Geraldo Espíndola
Por: Tarancón
Disco: Mama Uê
1989

5 – Selvagem
De: Gilberto Mifune
Por: Eliete Negreiros
Disco: Outros Sons
1982

Bloco Música Instrumental

6 – Paru – Toque de Chegada
De: Carlos Malta
Por: Carlos Malta e Pife Muderno
Disco: Paru
2005

7 – Tocaia
De: Nazário, Stroeter, Cardoso, Miranda
Pau Brasil
Disco: Babel
1995

8 – Jóia
De: Caetano Veloso
Por: Aquarela Carioca
Disco: Contos
1991

9 – Canibaile
Por: Guinga e Quinteto Villa Lobos
Disco: Quinteto Villa Lobos convida
2000

Bloco Progressivo

10 – São Tomé
Flávio Venturini
Disco: O Andarilho
1987

11 – O último dia da Terra
José Cid
Disco: 10000 Anos Depois
1978
Portugal

12 – Determinados espejos
Crucis
1976
Argentina

Bloco Rolê pelo Mundo

13 – Baga baga
Mandjuana
Disco: Super Mama Djombo
1983
República da Guiné

14 – Chop chop
Orchestra Tumba Africa International
Disco: African People
1976
Nigéria

15 – Sa gunu, sa gunu
Pierre Akendengue
Disco: Nandipo Afrika Obota
1997
Gabão

16 – Chevere
Patato
Disco: Patato and his friends
1976
Cuba

Bloco Prateleiras Amigas

17 – Fake paradise
Jean-Luc Ponty
Disco: Cosmic Messenger
1978

18 – La Cancion De Sofia
Clark, Di Meola, Ponty
Disco: The Rite Of Strings
1995

19 – Cartesian Man
George Russell
Disco: The African Game
1984

O Homem Traça diz: ROAM!

terça-feira, 8 de abril de 2014

Inseto Raro - 1996 - Titane




1 - Canto de desalento
Toninho Horta - Rubens Téo
2 - Os outros românticos 
Caetano Veloso
3 - Tiro de misericórdia 
João Bosco - Aldir Blanc
4 - Noites do sertão 
Milton Nascimento - Tavinho Moura
5 - Cabelo loiro 
Tião Carreiro - Zé Bonito
6 - Folia de príncipe 
Chico César
7 - Tirana da Rosa 
Tradicional
8 - Miragem do porto 
Lenine - Bráulio Tavares
9 - Desafinado 
Tom Jobim - Newton Mendonça
10 - É de amargar 
Capiba
11 - Felicidade 
Luis Tatit
12 - E daí? (A Queda) 
Milton Nascimento - Ruy Guerra
13 - A lavadeira, o Varal e a saudade 
Maurício Pereira - André Abujamra
14 - Galope 
Gonzaguinha
15 - Torto 
Edvaldo Santana - Sobre poema de Haroldo de Campos
16 - A página do relâmpago elétrico 
Beto Guedes - Ronaldo Bastos
17 - Senhora do Rosário 
Congadeiros de Oliveira
Chorei, canarinho 
Tradicional

Músicos
Gilvan de Oliveira - Paulo Lepetit - Bento Mendes

**************************

"Gravado ao vivo no Teatro Casa da Ópera em Ouro Preto, em 1996, Inseto Raro registra o show que já tinha três anos de estrada. O repertório abrange desde o cancioneiro do Vale do Jequitinhonha, passando por marchinhas de carnaval até clássicos da MPB. O disco foi dirigido pelo dramataurgo João das Neves com participação do violonista Gilvan de Oliveira e do baixista Paulo Lepetit. Uma das inovações de Inseto Raro é o uso de um tablado de madeira como instrumento de percussão, na faixa Miragem do Porto." Fonte

Nesse disco Titane reforça, com grande desenvoltura, a sua inventividade. Trata-se de um espetáculo que fica entre o teatral e o musical. No repertório o seu registro agudo desfila os patrimônios mineiros em pé de igualdade com criações do Rio de Janeiro, Pernambuco, Paraíba e São Paulo. Há momentos de tensão, denunciantes como em "Tiro de misericórdia" e em "E, daí?", mas há também espaço para o lúdico e o tradicional, como em "É de amargar" e em "Tirana da Rosa". Aqui está o registro de um momento da produção de Titane, tão bom de ver no palco e nos encartes, quanto de ouvir.

O Homem Traça diz: ROAM!



Tiro de misericórdia 

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Eugênio, Osias e Danilo - Arraial na voz de Titane - 1985
Postagem original em 15/03/2008


01- Vendaval
Osias Ribeiro Neves - Danilo Santos Pereira
02- Caatinga Vista da Lua
Eugênio Gomez
03- Lamento
Osia/Danilo/Geraldo Felix
04- Infância
Eugênio Gomez
05- Tristura
Osias - Danilo
06- Aboio
Eugênio Gomez
07- Por que tristeza?
Osias - Danilo
08- Zero
Eugênio Gomez
09- Ai de Mim, solidão
Osias
10-Recordações de Amonj
Eugênio Gomez


Participações: Sergio Moreira, Angela Maria Maciel Lago, Uakti

****************************

Nascida
em 1960 na cidade de São João Del Rey, Minas Gerais, estudou Sociologia em Belo Horizonte. Começou a carreira em 1979, no grupo Mambembe. Em 1981, participou com o grupo Mambembe do disco "Música de Minas", ao lado do grupo Uakti. Nesse mesmo ano, participou do disco "Travessia", produzido pela Fundação Clóvis Salgado, com artistas como Celso Adolfo, Marcus Viana e Sagrado Coração da Terra. Ainda em 1981 participou da gravação do primeiro LP do grupo Mambembe, o qual deixou nesse mesmo ano, passando a fazer parte do grupo Curare. Em 1982 participou do disco do artista Rubinho do Vale, cantando em duas faixas, "Tropeiro de cantigas" e "ABC do amor".

O
LP aqui postado traz as composição dos três que dão nome ao disco, sob a inspiração da juventude mergulhada na maravilhosa paisagem mineira. Destaco a bela e melancólica "Ai de mim, solidão".

O Homem Traça diz: ROAM!



Ai de mim, solidão

terça-feira, 1 de abril de 2014

Programa Criatura de Sebo 22



Bloco Música Popular Brasileira

1 – CarcaráJoão do Vale
Por : Nara Leão
Disco: 5 na bossa
1965

2 – Tiro de Misericórdia
De: João Bosco e Aldir Blanc
Por: Titane
Disco: Inseto Raro
1997

3 – Abundantemente morte
Luiz Melodia
Disco: Pérola Negra
1973

4 – Comportamento Geral
Luiz Gonzaga Jr.
Disco: Luiz Gonzaga Jr.
1973

5 – Filme de Terror
Sérgio Sampaio
Disco: Eu quero botar meu Bloco na Rua
1973

Bloco Música Instrumental

6 – Sonho
Egberto Gismoti
Disco: Sonho 70
1970

7 – Batuque
De: João Donato e Eumir Deodato
Por: João Donato
Disco: Donato Deodato
1969

8 – Tema Da Batalha
De: Paulo Rafael
Por: Paulo Rafael e Zé da Flauta
Disco: Caruá
1980

9 – Multinacional
De: Bocato
Por: Banda Metalurgia
Disco: Banda Metalurgia
1982

Bloco Progressivo

10 – Aldilà del bene e del male
Museo Rosenbach
Disco: Zarathustra
1973

11 – Generale!
PFM
Per Un Amico
1972

12 – Samba Della Tortura E Della Guerra
Ultima Spiaggia
Disco: Disco dell'Angoscia
1975

13 – Vendesi saggezza
Locanda Delle Fate
Disco: Force le lucciole non si amano piu
1977

Bloco Rolê pelo Mundo
14 – Lembro e tenho saudade
Dona Anecide
Batuque de Umbigada de Tietê
Disco: Cachuêra de Música
2005

15 – Saia – Formiga
Dona Teté
Disco: Cacuriá de Dona Teté
1998

16 – Fazendo vento
Dona Selma do Coco
Disco: Jangadeiro
2004

17 - Ariri Vaqueiro
Dona Edith Do Prato
Disco: Vozes da Purificação
2002

Bloco Prateleiras Amigas

18 – Submission
Sex Pistols
Never Mind The Bollocks
1977

19 – Bags
P.I.L. - public image ltd
1986

20 – Rebel Waltz
Clash
Disco: Sandinista
1980

21 - Qu'ran (Versão do LP)
Eno e Byrn
Disco: My Life in the Bush of Ghosts
1981

****************************

O Homem Traça diz: ROAM!


Brasileirinho - 2003 - Maria Bethânia


01 - Salve as folhas / O descobrimento
Gerônimo - Ildásio Tavares/ Mário de Andrade
02 - Yáyá Massemba 
José Carlos Capinan - Roberto Mendes
03 - Capitão do Mmto 
Paulo César Pinheiro - Vicente Barreto
04 - Cabocla, Jurema/Ponto de Janaína (Participação Especial Miúcha)
Efson - Nei Lopes/ Domínio Público
05 - O Poeta come amendoim/Santo Antonio
Mário de Andrade/J. Velloso
06 - Padroeiro do Brasil (Participação Especial Tira Poeira)
Ary Monteiro - Irany de Oliveira
07 - São João Xangô Menino/Ponto De Xangô
Caetano Veloso/Ely Camargo (adaptação)
08 - Cigarro de Palha/Boiadeiro
Texto De João Guimarães Rosa/Armando Cavalcanti - Klécius Caldas/Armando Cavalcanti - Klécius Caldas
09 - Sussuarana (Participação Especial Nana Caymmi)
Texto De João Guimarães Rosa/Hekel Tavares - Luiz Peixoto
10 - Senhor da Floresta
Augusto Calheiros - René Bittencourt
11 - Manuelzão e Miguilim/Purificar o Subaé/Cantiga Para Janaína
Texto De João Guimarães Rosa/Caetano Veloso/ Domínio Público
12 - Pátria Minha/Melodia Sentimental
Vinícios de Morais/Dora Vasconcelos - Heitor Villa-Lobos

Músicos
Artur Andrés Ribeiro - Décio de Souza Ramos Filho - Décio de Souza Ramos Filho - Marco Antônio Guimarães - Paulo Sérgio dos Santos - Jaime Além - Jorge Helder - Marcelo Costa - Cáio Márcio - Fábio Nin - Henry Lentino - Samuel de Oliveira - Sérgio Krakowski - Márcio Eymard Mallard - Ricardo Amado 

****************************************  

Essa é uma das maiores interpretes da canção brasileira, nem é preciso babar ovo, que há muito material na rede bem mai eficientes que as prateleiras desse velho Criatura de Sebo.

Dizem que Bethânia lançou o CD Brasileirinho num selo aberto para gravar discos com menor apelo comercial. Se a beleza não tem apelo comercial, de fato esse disco dever vendido muito pouco, pois é de uma grandiosidade estética tremenda! Aqui há regravações como Purificar o Subaé, São João Xangô Menino, pérolas do mano Caetano, além da Yayá Massemba, canção cujo refrão é premissa de vida pra esse Traça que vos escreve.

O Homem Traça diz: ROAM!



Yáyá Massemba 

domingo, 30 de março de 2014

Estopim - 1999 - Ná Ozzetti


1 - Crápula
Dante Ozzetti - Luiz Tatit
2 - Capitu
Luiz Tatit
3 - Canto Em Qualquer Canto
Itamar Assumpção - Ná Ozzetti
4 - Estopim
Dante Ozzetti - Luiz Tatit
5 - Você Se Foi
Itamar Assumpção - Ná Ozzeti
6 - Nosso Amor
Dante Ozzetti - Luiz Tatit
7 - Outra Viagem 
José Miguel Wisnick
8 - Ultrapássaro 
José Miguel Wisnick - Dante Ozzetti
9 - O Tapete
José Miguel Wisnick - Ná Ozzeti
10 - Sanfoneiros Serelepes
Itamar Assumpção - Ná Ozzeti
11 - Toque De Reunir
Ná Ozzeti - Luiz Tatit
12 - Eu Voltarei, Viu
Ná Ozzeti - Luiz Tatit
13 - Desfile
Ná Ozzeti - Luiz Tatit
14 - Princesa Encantada
Antônio Correia - Cacique

Músicos
Dante Ozzetti - Caito Marcondes - Kiko Moura - Geraldinho Vierira - Dimos Goudaroulis - Fábio Tagliaferri - Marta Ozzetti

Participação especial 
Luiz Tatit - Suzana Salles - André Magalhães

**********************

Nesse disco temos a já clássica Capitu, de Luiz Tatit, antigo parceiro do Rumo. Ná está, como sempre, brilhante ao interpretar as composições de Wisnik, Tatit e Itamar. Os arranjos são do mano Dante Ozzetti, que também assina composições bacanas como Estopim e Ultrapássaro. As parcerias são surpreendentes. Chamo atenção para a qualidade musical de "canto em qualquer canto", com letra de Itamar Assumpção. É uma canção que dá o tom de toda a carreira de quem nasceu na terra encantada de Oz. Eis, novamente, para todo sempre mágica, a nossa Ná de Oz.

O Homem Traça diz: ROAM!



Canto em qualquer canto

Ná Ozzetti - 1988
Postagem original em 06/07/2008



1 - Sua estupidez
Erasmo Carlos - Roberto Carlos
2 - Nós
Tião Carvalho
3 - Ah!
Luiz Tatit
4 - No rancho fundo
Ary Barroso - Lamartine Babo
5 - Dio come ti amo
Domenico Modugno
6 - Sócrates brasileiro
José Miguel Wisnik
7 - A olhos nus
José Miguel Wisnik
8 - Libra
José Miguel Wisnik
9 - Cardápio barra pesada
Paulo Le Petit - Itamar Assumpção
10 - Orfeu
José Miguel Wisnik
11 - Diva
Dante Ozzetti

Músicos

Dante Ozzetti - Gabriel - Chantily - Duda Neves - Edimilson A. Forni - Raul de Souza - Gigante Brazil - Bocato - Paulo Tatit - Akira Ueno - Sergio H. Schreiber de Freitas - Gal Oppido - Pedro Mourão - Elisa Zein - Marco Aurélio B. de Oliveira - José Miguel Wisnik - Luiz Waack - Paulo Le Pettit - Bangla - Lino Simões - Marta Ozzetti - Gilson Barbosa Freire - Mario Sergio Rocha - Beto Freire

**************************

Ná de "Oz", pois que sua mágica musical encanta e conduz o público por caminhos sempre novos e criativos. Eu não estava em Sampa quando o Lira Paulistana estourava, só ouvi o Rumo depois, mas na segunda metade dos anos oitenta lá estava eu caçando shows baratos e/ou gratuitos por aqui.

Foi assim que vi o show desse LP: Ná então com seus trinta anos de idade, num teatrinho na praça da República, eu e mais dez na platéia. A coisa ficou tão intimista que no final Ná nos convidou pra assistir ao show do Itamar Assumpção que estava ali perto na Funart, lançando o seu Intercontinental, despedida de ambos para um rolê pela Europa.

Esse trabalho projetou Ná Ozzetti como cantora-revelação, categoria pela qual recebeu os prêmios "Sharp" e "Lei Sarney". O primeiro disco solo de Ná registrou as principais diretrizes de seu trabalho até então: influências do Grupo Rumo, releituras de canções conhecidas - marcantes em sua carreira - e interpretações de obras inéditas de compositores como José Miguel Wisnik, Tião Carvalho e Itamar Assumpção, além do convívio com músicos instrumentistas.

O melhor de tudo é que, passados mais de vinte anos, a cada novo disco, a cada novo show, Ná dá mais provas, naturalmente, de que o que faz é pura magia! Destaco "Cardápio barra pesada" do saudoso Itamar que aqui nesse humilde post também se faz presente.

O Homem Traça: ROAM!



Cardápio barra pesada

sexta-feira, 21 de março de 2014

Kali - 1985



1 - Spiralen
Teddy Bürlochen
2 - Da Tequila
Léa Freire
3 - Ubachuva
Renata Montanari
4 - Papai Sabe Tudo
Mariô Rebouças
5 - Pitú
Rique Pantoja
6 - Funk do Tank
Renata Montanari
7 - Balada Prás Mina
Rui Saleme
8 - Upa, Neguinho
Edu Lobo e Gianfrancesco Guarnieri
9 - Locomotiva
Renata Montanari

Bônus
10 - Cais (ao vivo no Centro Cultural São Paulo)
Milton nascimento - Ronaldo Bastos
11 - To Pat (ao vivo no Centro Cultural São Paulo)
Renata Montanari
12 - Sambaum (ao vivo na Fábrica do Som - TV Cultura)
Tereza


Musicistas: 

Mariô Rebouças - piano e teclados
Vera Figueiredo - bateria e percussão
Renata Montanari - guitarra
Gê Côrtes - contrabaixo.

******************************

O Grupo Kali foi uma banda instrumental formada por mulheres. Com quatro instrumentistas contumazes, o grupo foi fundado em 1982. Elas se conheciam da escola CLAM, a do Zimbo Trio, e mantiveram contato tocando nos bares paulistanos. Seu repertório gira em torno da MPB, passando pelo clássico "Upa Neguinho" e o frevo "Locomotiva", do instrumental brasileiro e do jazz. Os arranjos são muito sólidos, cabendo espaço para a criação e improvisação, marca registrada do Kali. Nos Bônus trazemos três momentos ao vivo, registros disponíveis na rede (via youtube), que marcam a competência dessas grandes musicistas.

O Homem Traça diz: ROAM!



Locomotiva

terça-feira, 11 de março de 2014

Programa Criatura de Sebo 21



Bloco Música Popular Brasileira

1 – Mulher segundo meu pai
De: Itamar Assumpção
Por: Dona Zica
Disco: Filme Brasileiro
2005

2 – Menina passarinho
Cátia de França
Disco: Estilhaços
1980

3 – Fulano, beltrano e sicrano
Fátima Guedes
Disco: Fátima Guedes
1979

4 – Canto em qualquer canto
Ná Ozzetti – Itamar Assumpção
Por : Ná Ozzetti
Disco: Estopim
1999

5 – Yayá Massemba
De: Roberto Mendes
Por: Maria Bethânia
Disco: Brasileirinho
2003

Bloco Música Instrumental


6 – Locomotiva
De: Renata Montanari
Por: Kali
Disco: Kali
1985

7 – Piano Attack
De: Ari Borger
Por: Ladies Instrumental
Instrumental Sesc Brasil

8 – Salsando
Lis de Carvalho
Instrumental SESC Brasil
Gravação Youtube
2012

9 – Forró Brasil
De: Hermeto Pascoal
Por: Renata Montanari
Gravação Youtube
2012

Bloco Progressivo

10 – Último entardecer
Por: Bacamarte – Jane Duboc
Disco: Depois do Fim
1983

11 – Fumaça
De: Cláudio Lucci
Por: São Quixote – Mônica Marsola
São Quixote
1983

12 – Kyrie
De: Nelson Ângelo
Por: A Tribo - Joyce
Disco: Posições
1971

13 – Beautiful Country
De: Jim McCarty e John Hawken
Por: Illusion
Disco: Out Of The Mist
1977

Bloco Rolê pelo Mundo

14 – Coro da Primavera
De: Zeca Afonço
Por: Cristina Branco
Disco: Abril
2007
Portugal

15 – Venteles
Lisa Gerrard
Disco: The Mirror Pool
1995
Austrália

16 – Cuerpo Y Alma
Esperanza Spalding
Disco: Esperanza
2008
EUA

17 - Ayúdame Valentina
Isabel Parra
Disco: Chants pour la révolution d'octobre (França)
1977
Chile

Bloco Prateleiras Amigas

18 – Vapor barato
De: Jards Macalé e Wally Salomão
Por: Gal Costa
Compacto
1970

19 – Luz Del Fuego
Rita Lee
Disco: Fruto Proíbido
1975

20 – Bons Sonhos
De: Vange Leonel
Por: Nau
1986

21 – Santa Igreja
Mercenárias
Disco: Cadê as armas?
1986

O Homem Traça diz: ROAM!

Downwind - 1979 - Gong



1 - Aeroplane 
2 - Cross Currents
3 - Downwind 
4 - Tin-Go-Lo-Ba
5 - What You Know 
6 - Emotions 
7 - Xtasea 

************************

Pierre Moerlen (1952-2005), toma parte na formação do Gong em 1967, grupo construído por Daevid Allen após a sua participação no Soft Machine. O grupo passou por diversas formaçoes, nesse disco temos Pierre Moerlen com a colaboração de Mike Oldfield, Didier Lockwood, Steve Winwood e Mike Taylor, com os quais dá continuidade ao trabalho calcado no xilophone/glockenspiel/vibrafone peculiar do Gong. Esse disco é uma obra de percussionistas, melódico e experimental, marcado por composições instrumentais, passa pelo progressivo, pelo jazz fusion, passa pela latinidade de Santana e também tem lá seu sotaque "dancing", moda predominante de então.

Essa humilde traça teve o prazer de ver o show do GONG no Festival Psicodália de 2014, sob o comando do velho gurú Daevid Allen, não faltaram viagens de space rock e o peso do progressivo desse grupo histórico.

O Homem Traça diz: ROAM!



Xtasea