domingo, 21 de maio de 2017

Solo - 1987 - André Geraissati


1 - Lobo
2 - Flores De Fumaça
3 - Fogo Eterno
4 - Outono I
5 - Nana Naná
6 - Ausência
7 - Nogueira
8 - Lívia
9 - África
10 - Três Marias
11 - Lenha
12 - Américas
13 - Grãos De Areia
14 - Lâmina
15 - Pulsar
16 - Luz De Seda
17 - Outono II
18 - Embrujo

******************************

No fim da década de 70 fez parte do Grupo D'Alma com Ulisses Rocha, Rui Salene, Mozart Melo e Cândido Penteado em momentos diferentes. André Luiz Geraissati nasceu em São Paulo, em 1951, é dono de um apuro técnico e interpretativo admirável. Geraissati tocou com Egberto Gismonti, Eduardo Agni, Amilson Godoy entre outros nomes da Música Popular Brasileira. Como compositor, gravou as cerca de sessenta músicas que criou. Este é um LP duplo, contendo obras preciosas do seu repertório.

O Homem Traça diz: ROAM!

 

Ausência

Continuidade... 1980 - Antônio Adolfo


01 - Até que venha o amor
Antônio Adolfo
02 - Já é hora
Antônio Adolfo
03 - A cada dia que passa
Antônio Adolfo
04 - Outro tom
Antônio Adolfo
05 - Venha no passo
Antônio Adolfo
06 - Valsa para Yolanda
Antônio Adolfo
07 - Deixa a fonte despejar
Antônio Adolfo
08 - Xote da integridade
Antônio Adolfo
09 - Morê, Morena
Antônio Adolfo

Participação
Viva Voz - Emílio Santiago - Hyldon - Regininha -  Sílvio César 

Músicos
Antônio Adolfo - José Carlos - Leo Gandelman - Jamil Joanes - João Cortez - Mário Negão - Picolé - Bidinho - Serginho - Chiquinho - Zé Luiz 

***********************

O título deste LP define perfeitamente o seu conteúdo, trata-se da continuidade dos belos trabalhos consumados nos discos anteriores. Antônio Adolfo assina as composições e os arranjos de todas as faixas. O exemplar que possuo está cheio de clicks, mas ainda dá pra ouvir e vale o registro.

O Homem Traça diz: ROAM!

 

Xote da integridade

Patrulha do Espaço - 1982


01 - Colúmbia
Santana
02 - Bomba
Santana - Castello - Chermont
03 - Jeito agressivo
Santana - Castello - Chermont
04 - Festa do Rock
Depose - Castello
05 - Mar metálico
Kehl - Castello
06 - Cão vadio
Santana - Castello - Chermont
07 - Transcendental
Santana
08 - Meus 26 anos
Terpins - Baillot

Músicos
Dudu - Júnior - Sérgio

*****************************

A banda paulista, Patrulha do Espaço, estreou com Arnaldo Baptista no 1° Concerto Latino Americano de Rock, no Ginásio Ibirapuera em São Paulo, em 1977. Arnaldo Baptista saiu em 1978, foi substituído por Percy Weiss nos vocais e a Patrulha realizou a gravação de seu primeiro álbum, um disco independente. Entre 1979 e 1985, a banda se consolidou como um valoroso trio de hard rock brasileiro. Chegaram a abrir os shows do Van Halen em janeiro de 1983, realizado no Ginásio do Ibirapuera. Durante esse período, gravaram três álbuns e um EP. Em 1985 contou com a participação do guitarrista argentino Pappo (Pappo's Blues, Riff e Aeroblus), que resultou na gravação do álbum Patrulha 85.

O dito renascimento do Rock Brasileiro, içado pela grande mídia com as bandas que mimetizavam o new wave e o pop, obscureceu a história de muitas bandas que vinham de outras propostas remanescentes dos anos 1970, seja com estéticas mais pesadas ou experimentais, mantendo a sua produção no ostracismo até o sufocamento. Apesar disso, a Patrulha do Espaço deixou a sua marca e continua sendo uma referência.

O Homem Traça diz: ROAM!

 

Bomba

domingo, 14 de maio de 2017

Picapau Amarelo - 2003 - João Bá

Postagem original: 24/12/2011


1 - Pica-pau-amarelo
João Bá 
2 - Reforma agrária dos anuns 
João Bá - Vidal França
3 - Cachoeira do Aracá
João Bá
4 - Estrada de Ouro
João Bá - Gereba
5 - 500 anos de mandioca (Mãedioca)
João Bá - Pereira da Viola
6 - Romance de Bartira
João Bá - Julian Tirado
7 - Bixo-da-seda
João Bá - Galba
Texto: Lagarta Bonita - João Bá
8 - O menino e o Peixe-boi
João Bá -Barretinho
9 - Abrolhos
João Bá -Lila
10 - Himalaia
João Bá 
11 - Anatomia Brejeira
João Bá - Vidal França
12 - Sombra (canção para os Cavaleiros Templários)
João Bá - Dércio Marques
13 - Rio Correntina 
João Bá - Lila
14 - Coluna Prestes
João Bá 
15 - Jacobina 
João Bá - Guru Martins 

Músicos
João Bá - Kátya Teixeira - Lila - Naná Correia - Danilo Marques - João Henrique - Jade Monalisa - Leo Bertelli - Luiza Abrantes - Jaqueline - Jacke Silva - Alessandra Estrela - Dani Lasalvia - Vidal França - Turcão - Jica - Oswaldinho do Acordeon - Pereira da Viola - Gereba - Julian Tirado - Mazé - Giba Araújo - Aissa Martins - Priscila Tessarini - Giovana Razuk - Gabriel Levi - Léo Bertelli - Barretinho - alexandre Calamari - Manoel Pacífico - Ciça Barreto - Du Barreto - Toninho Carrasqueira - Dinho Nascimento - Dércio Marques

**************************

 O Homem Traça diz: ROAM!



Que moda! - 1979 - Passoca

Postagem original: 24/02/2008




01 - Pirapora
Antônio Celso Duarte
02 - Bicho de pé
Passoca - Renato Teixira
03 - Vida de operário
Marumby - D. Hilário Nhô Néco
04 - Guacyra
Hekel Tavares - Joracy camargo
05 - Que moda!
Passoca - Antônio Celso Duarte
06 - Viola braguesa
Passoca
07 - Ver/de/coração
Passoca - Touche
08 - Era na era
Passoca
09 - Pressa de violeiro
Passoca - Antônio Celso Duarte
10 - O pardal
Passoca

Músicos
Sérgio "Mineiro", Carlão de Souza, Fauso Aguiar, Rodolpho Grani Jr., Dudu Portes, Cláudio Bertramy, Luiz Roberto Oliveira, Edmund Raas, Carlos Alberto, Grace Hendersson, Salvador Masano, Lambari, Antônio Del Claro, Pinheiro, Evandro, Roberto Sion

*****************************

Marco Antônio Vilalba, ou simplesmente Passoca (corrompendo propositalmente a ortografia "oficial"), nasceu em Santos, SP, em 21 de novembro de 1949. Cresceu em Ribeirão Pires e é formado em arquitetura.

"Quando estudante, sofreu influências da música de João Gilberto e Chico Buarque. Nos anos 1970 tocou no grupo
Flying Banana. Tocou bateria e violão, trocando esses instrumentos pela viola no final dos anos 1970, influenciado por Renato Teixeira e Almir Sater. Fez aberturas de shows de Ednardo e do grupo Bendegó." Fonte

Em 1978 lançou o primeiro compacto simples com as músicas "
Cão vadio" e "Sombras". Em 1979 lançou seu primeiro LP, "Que nada!". Sua música é marcada pela mistura de elementos da música "caipira" paulista e as influências da vida urbana.

O Homem Traça diz: ROAM!

   

Era na era