sábado, 17 de junho de 2017

Luli - 1965

Postagem original: 04/11/2012



01 – Peço Licença 
Walter Levita - Costa Júnior 
02 – Povo 
Dalton - Silveira
03 – Tristeza de Amar
Geraldo Vandré - Luis Roberto
04 – Cadê Meu Barracão 
Silveira - Dalton
05 – Canto da Plantação 
Luis Carlos Sá
06 – Missão 
Sidney Miller - Paulo Thiago
07 – Baleiro 
Luis Carlos Sá
08 – Samba da Aurora 
Luis Carlos Sá
09 – Em Tempo de Vida 
Luli
10 – Iná 
Mário de Castro
11 – Esta Favela Que Eu Amo 
Zé Keti - Paulo Thiago - Sidney Miller
12 – Sol 
Luli - Luis Fernando Borges

**********************************************************

Esse é o disco de estreia da Luli. É muito diferente dos demais que fez depois, seja em parceria com a Lucina ou solo. Aqui predomina uma tendência da época, a canção de protesto. Há uma preocupação com temas sociais, refletida numa certa estetização da miséria (ao gosto classemedianoengajadinho, sob a influência do realismo socialista nacionalista proposto pelos PC's de então). De todo modo um disco curioso, com canções de Luiz Carlos Sá, Vandré, Zé Keti e Sidney Miller, trazendo Luli numa performance elisetiana e da segunda geração bossanovista. 

O Homem Traça diz: ROAM!


Esta favela que eu amo 

sábado, 10 de junho de 2017

Pirata - 1978 - A Barca do Sol

Postagem original: 24/02/08



01 - Vô mimbora pro sertão
Anônimo
02 - Tereza boca do rio
Nando e Geraldo Carneiro
03 - Mercado das flores
Maurício Costa e Geraldo Carneiro
04 - Cavalo marinho
05 - Jando
Nando Carneiro - Jaques Morelenbaum
06 - Jardim da infância
Nando e Geraldo Carneiro - Beto Rezende
07 - Desencontro
Nando Carneiro - Carlos Pádua
08 - Estrela
Nando Carneiro - Carlos Pádua
09 - Manoel
Maurício Costa - Geraldo Carneiro
10 - Rio preto 
Alain Pierre
11 - Canção pra ela
Alain Pierre

Músicos
Nando Carneiro - Violão e vocal
Muri Costa - Violão, viola e vocal
Jaquinho Morelenbaum - Violoncelo, violino e vocal
Alain Pierre - Baixo acústico e elétrico
Marcelo Costa - Percussão
Beto Resende - Percussão, viola, violão e guitarra
Marcelo Bernardes - Flauta
**********************


O Homem Traça diz: ROAM!



Jardim da infância

King Kong - 1970 - Jean-Luc Ponty


01 -  King Kong
Frank Zappa
02 - Idiot Bastard Son 
Frank Zappa
03 - Twenty Small Cigars
Frank Zappa
04 - How Would You Like to Have a Head Like That
Jean-Luc Ponty
05 - Music for Violin and Low Budget Orchestra
Frank Zappa
06 - America Drinks and Goes Home
Frank Zappa


Músicos
Jean-Luc Ponty - Frank Zappa - George Duke - Ian Underwood - Ernie Watts - Buell Neidlinger - Art Tripp III - Gene Estes - Wilton Felder - John Guerin - Donald Christlieb - Gene Cipriano - Vincent Derosa - Arthur Maebe - Jonathan Meyer - Harold Bemko - Milton Thomas

*****************************

Jean-Luc Ponty é um violinista francês, um dos pioneiros no uso do violino no Jazz Rock, sobretudo ao implantar a quinta e sexta cordas no instrumento. Possui uma vasta obra passando pelo Jazz experimental, pelo Fusion, em sua carreira tocou com grandes nomes como Stephane Grappelli, a Mahavishnu Orchestra de John McLaughlin e Frank Zappa. 

Nesse LP encontramos clássicos do início da carreira da Zappa interpretados por Ponty, os quais foram arranjados e regidos por Zappa.

O Homem Traça diz: ROAM!

 

King Kong

domingo, 21 de maio de 2017

Solo - 1987 - André Geraissati


1 - Lobo
2 - Flores De Fumaça
3 - Fogo Eterno
4 - Outono I
5 - Nana Naná
6 - Ausência
7 - Nogueira
8 - Lívia
9 - África
10 - Três Marias
11 - Lenha
12 - Américas
13 - Grãos De Areia
14 - Lâmina
15 - Pulsar
16 - Luz De Seda
17 - Outono II
18 - Embrujo

******************************

No fim da década de 70 fez parte do Grupo D'Alma com Ulisses Rocha, Rui Salene, Mozart Melo e Cândido Penteado em momentos diferentes. André Luiz Geraissati nasceu em São Paulo, em 1951, é dono de um apuro técnico e interpretativo admirável. Geraissati tocou com Egberto Gismonti, Eduardo Agni, Amilson Godoy entre outros nomes da Música Popular Brasileira. Como compositor, gravou as cerca de sessenta músicas que criou. Este é um LP duplo, contendo obras preciosas do seu repertório.

O Homem Traça diz: ROAM!

 

Ausência

Continuidade... 1980 - Antônio Adolfo


01 - Até que venha o amor
Antônio Adolfo
02 - Já é hora
Antônio Adolfo
03 - A cada dia que passa
Antônio Adolfo
04 - Outro tom
Antônio Adolfo
05 - Venha no passo
Antônio Adolfo
06 - Valsa para Yolanda
Antônio Adolfo
07 - Deixa a fonte despejar
Antônio Adolfo
08 - Xote da integridade
Antônio Adolfo
09 - Morê, Morena
Antônio Adolfo

Participação
Viva Voz - Emílio Santiago - Hyldon - Regininha -  Sílvio César 

Músicos
Antônio Adolfo - José Carlos - Leo Gandelman - Jamil Joanes - João Cortez - Mário Negão - Picolé - Bidinho - Serginho - Chiquinho - Zé Luiz 

***********************

O título deste LP define perfeitamente o seu conteúdo, trata-se da continuidade dos belos trabalhos consumados nos discos anteriores. Antônio Adolfo assina as composições e os arranjos de todas as faixas. O exemplar que possuo está cheio de clicks, mas ainda dá pra ouvir e vale o registro.

O Homem Traça diz: ROAM!

 

Xote da integridade