terça-feira, 18 de novembro de 2014

ARCO IRIS - 1970
Postagem original: 22/01/2008



1 - Quiero llegar
2 - Hoy te mire
3 - Camino
4 - Coral
5 - Te quiero, te espero
6 - Luli
7 - Cancion de cuna para el niño astronauta
8 - Y una flor (el pastito)
9 - Tiempo
10 - Y ahora soyBonus track's
11 - Lo veo en tus ojos
12 - Cancion para una mujer
13 - Luisito, cortate el pelo
14 - Solo tengo amor
15 - Blues de dana
16 - Quien es la chica?
17 - Es nuestra la libertad
18 - Zamba

Músicos

Ara Tokatlian: Sopros
Guillermo Bordaram
: baixo

Gustavo Santaolall
: guitarra e voz

Horacio Gianell
: bateria e percussão
***********************************
Eu sou da opinião de que em matéria de música os argentinos mandam muito bem há tempos. Se ficarmos só com rock progressivo as minhas bandas prediletas na América Latina vêm da Argentina e sempre me deparo com coisas novas ou antigas que me sensibilizam demais.
Este é o primeiro disco da banda argentina "Arco-Íris". Ainda está longe de seus melhores álbuns, mas os elementos que mais tarde desenvolverão (blues, rock, jazz e o progressivo), em canções com uma recorrente influência folk, já estão presentes.

Ainda sem Gianello, com a colaboração de Alberto Cascino na bateria, os instrumentos habituais do Arco-Íris são flautas, sax´s e instrumentos de percussão experimentais, diversos do então rock argentino da época. Neste LP de estréia, na capa já se pode ver o símbolo que identificará a banda Arco-Íris (a chave de Dana) em todas suas produções.

O tango aparece aqui com uma modalidade nova, o Arco-Íris cita Piazzola na faixa “Quiero llegar”. As faixas bônus apareceram primeiro em compactos e, anos mais tarde, em compilações.

O Homem Traça diz: ROAM!



Tiempo 

5 comentários:

Anônimo disse...

Oi Amigo. Sou argentino e meu português é muito ruim. Porem eu te deixo aqui ums parabems pela tua página musical. "Arco Iris" foi uma das minhas bandas prediletas nos `70. Tive a alegria de assistir nums conciertos deles. Foi fundada por o grande nome -hoje- da produçao musical GUSTAVO SANTAOLALLA (Oscar duas vezes) e marcou uma intensa etapa na música jovem do meu pais. Aquele abraço.

Ernesto Reynoso

Anônimo disse...

Não consigo baixar.. será que ta funcionando mesmo? agradeço e espero conseguir em uma proxima tentativa..

ruipei disse...

Meu caro daria pra você repostar esse disco pois o link está quebrado,de imediato lhe agradeço.

Homem Traça disse...

Eis que o Arco-íris volta às prateleiras empoeiradas do Criatura de Sebo!

ruipei disse...

Que som maravilhoso,muito obrigado pela gentileza de repostar o disco.