quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Almendra - 1969 (LP e Singles)

Postagem original: 08/02/2008




Os primeiros singles
1. Tema de Pototo
2. El mundo entre las manos
3. Hoy todo el hielo en la ciudad
4. Campos verdes
5. Gabinetes espaciales
6. Final


O LP "Almendra"
7. Muchacha (ojos de papel)
8. Color humano
9. Figuración
10. Ana no duerme
11. Fermín
12.Plegaria para un niño dormido
13. A estos hombres tristes
14.Que el viento borró tus manos
15. Laura va


Os singles posteriores
16. Hermano perro
17. Mestizo
18. Toma el tren hacia el sur
19. Jingle
20. Rutas argentinas

Músicos
Edelmiro Molinari - guitarra e vocal
Emilio Del Guercio - baixo e vocal
Luis Alberto Spinetta - guitarra e voz
Rodolfo García - bateria

******************************************


Os quatro membros desse grupo argentino eram companheiros do Instituto San Roman. Da união das bandas Los Sbirros e o Larkings se formou a banda Almendra (amêndoa em português), nascida por volta de 1967. A Almendra é considerada membro de uma trilogia inicial do rock argentino, ao lado de Los Gatos e Manal.

Gravam um primeiro compacto com as canções “Tema de Pototo“ e "El mundo entre las manos”, em setembro de 1968. A repercussão é imediata com o estilo refinado, pouco comum, dos arranjos vocais e a poesia do lírica das letras, que contrastaram com os rifs de guitarra e o peso da bateria. 

Os primeiros show's foram em Rosario e Córdoba, acompanhando Johnny Tedesco. Em 1969 gravaram o primeiro LP, já com a experiência de inúmeras apresentações na bagagem, entre as quais estão a temporada e verão em Mar del Plata, o Festival de la Canción de Lima, Perú, e o Festival Pinap, organizado pela revista homônima. O som da Almendra está próximo do folck, da experimentação psicodélica e do rock daquela época. Nesse primeiro LP os arranjos vocais e instrumentais são muito bem trabalhados, embalam belas letras em canções inquietantes para "viajar" e/ou "pirar".

Nesta postagem trazemos o conteúdo do relançamento em CD ocorrido em 1992. Conta-se que foi a primeira banda da América latina a ter um álbum relançada em CD. Nessa edição somam-se faixas contidas em compactos anteriores e posteriores ao lançamento do primeiro LP.

O segundo disco aparece em 1970, um álbum duplo, no rastro do sucesso que o grupo conquistou com suas excursões num período intenso de apresentações lotadas. No final deste mesmo ano, o Almendra se dissolve e seus membros dão início a outras bandas que marcaram época na Argentina.

O Homem Traça diz: ROAM!



Que el viento borró tus manos

Nenhum comentário: