segunda-feira, 17 de maio de 2010

Bicicleta - Boca Livre - 1980
Postagem original: 24/03/08

01 - Um canto de trabalho
Cacaso - Nelson Ângelo
02 - As moças
Juca Filho - Zé Renato
03 - Correnteza
Tom Jobim - Luiz Bonfá
Participação: Tom Jobim
04 - Neném
Maurício Maestro
05 - Porto Seguro
David Tygel - Márcio Borges
06 - Bicicleta
Zé Renato
07 - Saci
Paulo Jobim - Ronaldo Bastos
Participação: Tom Jobim
08 - Passarinho
Lourenço Baêta
09 - Boi do Maranhão:
Urrou do boi
Boi do Pindaré
Boi danado
Sergio Habibe
10 - Arado
Dalmo Medeiros
11 - Nossa dança
Ana Terra - Danilo Caymmi

Participações especiais:
Naná Vasconcelos - Tom Jobim - Gordo - Cid Freitas

****************************

O Boca Livre se formou no Rio de Janeiro, em 1978, tendo participado do disco de Edu Lobo - "Camaleão" - e excurcionado com o mesmo no Projeto Pinxinguinha. Nessa primeira formação, era composto por Maurício Maestro (contrabaixo e vocal), Zé Renato (violão e vocal), Cláudio Nucci (violão e vocal) e David Tygel (violão e vocal). O primeiro disco foi independente, o Boca Livre, de 1979, foi o disco independente que mais vendeu até então (100 mil cópias!), e incluiu, entre outras músicas, "Toada" (Zé Renato, Cláudio Nucci e Juca Filho) e "Quem tem a viola" (Zé Renato, Cláudio Nucci e Xico Chaves).

Em 1980 o Boca Livre grava mais um disco independente, o Bicicleta, dando continuidade a façanha do primeiro. Nesse álbum de capa dupla, com uma produção gráfica impecável, Lourenço Baeta assume o lugar de Claudio Nucci, que segue carreira solo.

Somente em 1981 é que o Boca Livre passa a trabalhar com uma gravadora, sai então, pela Philips, o disco Folia com pérolas que aparecem hoje em algumas coletâneas, ficando o CD completo no limbo dos (des)interesses da gravadora.

Durante a existência do Boca Livre as carreiras solo da maioria de seus integrantes é algo que ocorre em paralelo, sem interferir na boa história do grupo, a qual segue até hoje. Assim, podemos encontrar belos discos de David Tygel, Lourenço Baeta e Zé Renato. Mas é claro que substituições aconteceram, nos anos noventa sai David Tygel e entra o Fernando Gamma. Em 2000 Zé Renato vai cuidar exclusivamente de sua carreira solo e Claudio Nucci volta ao Boca. Em 2006 voltam David Tygel e Zé Renato, assumindo os lugares de Cláudio Nucci e Fernando Gamma. Esse vai em vem em tantos anos pode dar a idéia para um tema de canção: "a dança das cadeiras"... rsrsrs

Destaco aqui a canção "Passarinho", um exemplo dos excelentes arranjos vocais do Boca.

O Homem Traça diz: ROAM!



Passarinho

Um comentário:

Anônimo disse...

Homem Traça parece que o link está aspirado... fiquei com uma grande curiosidade de conhecer essas duas preciosidades. Acha que teria como habilitar o link? No mais já agradeço pela atenção dispensada!!!!