terça-feira, 1 de abril de 2014

Brasileirinho - 2003 - Maria Bethânia


01 - Salve as folhas / O descobrimento
Gerônimo - Ildásio Tavares/ Mário de Andrade
02 - Yáyá Massemba 
José Carlos Capinan - Roberto Mendes
03 - Capitão do Mmto 
Paulo César Pinheiro - Vicente Barreto
04 - Cabocla, Jurema/Ponto de Janaína (Participação Especial Miúcha)
Efson - Nei Lopes/ Domínio Público
05 - O Poeta come amendoim/Santo Antonio
Mário de Andrade/J. Velloso
06 - Padroeiro do Brasil (Participação Especial Tira Poeira)
Ary Monteiro - Irany de Oliveira
07 - São João Xangô Menino/Ponto De Xangô
Caetano Veloso/Ely Camargo (adaptação)
08 - Cigarro de Palha/Boiadeiro
Texto De João Guimarães Rosa/Armando Cavalcanti - Klécius Caldas/Armando Cavalcanti - Klécius Caldas
09 - Sussuarana (Participação Especial Nana Caymmi)
Texto De João Guimarães Rosa/Hekel Tavares - Luiz Peixoto
10 - Senhor da Floresta
Augusto Calheiros - René Bittencourt
11 - Manuelzão e Miguilim/Purificar o Subaé/Cantiga Para Janaína
Texto De João Guimarães Rosa/Caetano Veloso/ Domínio Público
12 - Pátria Minha/Melodia Sentimental
Vinícios de Morais/Dora Vasconcelos - Heitor Villa-Lobos

Músicos
Artur Andrés Ribeiro - Décio de Souza Ramos Filho - Décio de Souza Ramos Filho - Marco Antônio Guimarães - Paulo Sérgio dos Santos - Jaime Além - Jorge Helder - Marcelo Costa - Cáio Márcio - Fábio Nin - Henry Lentino - Samuel de Oliveira - Sérgio Krakowski - Márcio Eymard Mallard - Ricardo Amado 

****************************************  

Essa é uma das maiores interpretes da canção brasileira, nem é preciso babar ovo, que há muito material na rede bem mai eficientes que as prateleiras desse velho Criatura de Sebo.

Dizem que Bethânia lançou o CD Brasileirinho num selo aberto para gravar discos com menor apelo comercial. Se a beleza não tem apelo comercial, de fato esse disco dever vendido muito pouco, pois é de uma grandiosidade estética tremenda! Aqui há regravações como Purificar o Subaé, São João Xangô Menino, pérolas do mano Caetano, além da Yayá Massemba, canção cujo refrão é premissa de vida pra esse Traça que vos escreve.

O Homem Traça diz: ROAM!



Yáyá Massemba 

Nenhum comentário: