domingo, 3 de julho de 2016

Alguma coisa a ver com o silêncio - 1986 - Ulisses Rocha

Postagem original: 31/01/2008


01 - A voz no telefone
Ulisses Rocha

02 - Volta rapidinho
Ulisses Rocha

03 - Rua harmonia
Ulisses Rocha - Silvano Michelino

04 - Alguma coisa a ver com o silêncio
Ulisses Rocha

05 - Frevo
Egberto Gismonti

06 - Violão e vaso de barro
Ulisses Rocha

07 - Marimbau
Ulisses Rocha - Silvano Michelino

08 - O rio, as vidraças e os últimos minutos de sol
Ulisses Rocha


Músicos
Ulisses Rocha - Violão

Sylvio Mazzucca Jr - Baixo

Teco Cardoso - Sax e flauta

Silvano Michelino - Percussão


Produzido por: André Geraissati

**********************************************

Ulisses Rocha nasceu em 1960, no Rio de Janeiro e veio para o estado de São Paulo ainda criança. Nos anos 70 relaciona-se com o rock, o jazz e a MPB. Passando pelo Centro Livre de Aprendizagem Musical, escola de música fundada pelo Zimbo Trio, onde se aprimora, conhece André Geraissati, na época também professor e ingressa no Grupo D'Alma, trio de violões que revolucionou a linguagem do instrumento e inspirou a formação do lendário trio: John Maclaughlin - Paco de Lucia - Al di Meola.

Em 1985, conhece Cezar Camargo Mariano, é convidado a integrar o grupo Prisma, fato que impulsiona sua carreira e favorece a gravação de seu primeiro disco solo, o "Alguma coisa a ver com o silêncio".

"Gravado pelo selo carioca Visom, Alguma Coisa a ver com o Silêncio, lançado também na Europa pela GRP, renomada gravadora americana, dá início a uma trajetória que já conta com 6 CDs, 3 fitas de vídeo e um livro, além de inúmeras participações em coletâneas e em trabalhos de outros artistas. Tocou ainda com Gal Costa, Zé Renato, Olívia Byington, Heraldo do Monte, gravou com, Hermeto Pascoal, Hugo Fatoruso, Roberto Carlos, Sá e Guarabira, Ritchie, Diana Pequeno, Cida Moreira, Ronnie Von, Marlui Miranda, Vânia Bastos e dividiu o palco em encontros especiais com Egberto Gismonti, Al di Meola, Toquinho, Eliane Elias, Canhoto da Paraíba, Marco Pereira, Paulo Belinatti e com grupo Boca Livre." Fonte

A música que sai do violão do Ulisses transcende o que estamos habituados a ouvir como exemplos do violão brasileiro, "alguma coisa a ver com o silêncio" é o registro exato de uma possível definição para o seu estilo particular. Este disco é para aqueles que não brincarão o carnaval, para quem prefere gozar da paz nos pequenos detalhes e se emocionam com os dias de verão transformados em primaveras.

O Homem traça diz: ROAM!

 

Alguma coisa a ver com o silêncio

2 comentários:

Sérgio disse...

O rato roeu o link.
Abraço,
sergio

Homem Traça disse...

Tá aí, que rato rói, mas a prateleira se reconstrói!

Abraço