segunda-feira, 17 de abril de 2017

Encontro Musical - 1978 - Antônio Adolfo



1 - Sá Marina 
Tibério Gaspar -  Antônio Adolfo
2 - Balada
Antônio Adolfo
3 - A volta do sanfoneiro 
Antônio Adolfo
4 - Um passeio da mente
Antônio Adolfo
5 - Em Brasília 
Antônio Adolfo
6 - Nas quebradas da vida 
Antônio Adolfo
7 - Leve como o vento 
Antônio Adolfo
8 - As coisas que tenho a dizer 
Antônio Adolfo
9 - Carola 
Antônio Adolfo
10 - O silêncio da montanha 
Antônio Adolfo
11 - Prelúdio em dó menor 
Antônio Adolfo
12 - Cançoneta 
Antônio Adolfo

Participações Especiais:
Rildo Hora - Erasmo Carlos - Joyce

Músicos:
Luizão - Tutti Moreno - Chico Batera - Jamil Jones - Zé Carlos - Edu Mello e Souza - Giancarlo Pareschi - José Alves da Silva - Alfredo Vidal - Walter Hack - Carlos Eduardo Hack - Aizik Merlach Geller - José Dias lana - Jorge Faini - Arlindo Penteado - Antônio Fidelis - Jorge Kundest Ranewisky

*****************************

Mestre da música instrumental brasileira, foi pioneiro nas gravações de LPs independentes desde 1977, com o LP "Feito em casa". Antônio Adolfo nasceu em 1947 no Rio de Janeiro. Oriundo de um lar musical, começou a estudar música cedo e já no início dos anos 1960 frequentou os ambientes do jazz e bossa nova do Rio de Janeiro. Em 1964 montou o Trio 3-D, acompanhando o musical "Pobre Menina Rica", de Vinícius de Moraes e Carlos Lyra. Participou como compositor dos festivais de música popular, obtendo sucesso com "Sá Marina" em 1968 e em 1969 com "Juliana" (parceria com Tibério Gaspar), interpretada pelo grupo A Brazuca, do qual fez parte. Com o parceiro Tibério, venceu em 1970 o V FIC com "BR-3", interpretada por Tony Tornado e Trio Ternura. Nos anos 1970 estudou e tocou nos Estados Unidos, influenciado pelo jazz.

Neste segundo LP "Encontro musical", de 1978, Antônio Adolfo traz temas instrumentais e canções interpretadas por Erasmo Carlos, Joyce e Málu.

O Homem Traça diz: ROAM!

 

Prelúdio em dó menor 

2 comentários:

DADO disse...

O crescendo foi maravilhoso!!! Parabéns pela postagem!

Homem Traça disse...

Valeu, Dado!