terça-feira, 25 de agosto de 2015

Povo daqui - Teca & Ricardo - 1980
Postagem original - 05/04/2008



01 - Ciranda da lua no mar
Teca Calazans - Ricardo Vilas

02 -
Estrela da canção
Ricardo Vilas

03 -
Aguaceiro
Teca Calazans - Ricardo Vilas

04 - Triste tropical
Ricardo Vilas
05 -
Imagem moderna
Ricardo Vilas

06 -
Minoria
Ricardo Vilas

07 -
Povo daqui
Teca Calazans

08 - Velha amizade
Ricardo Vilas

09 -
Desafio
Ricardo Vilas

10 -
As flores deste jardim
Ricardo Vilas

11 -
Caicó
Folclore


Músicos

Ricardo Villas - Teca Calazans - Leonardo - Robertinho - Mauro Senise - Paulo Guimarães - Novelli - Sivuca - Antônio Adolfo - Nelson Ângelo - Caboclinho - Toninho Horta - Luís Alves
Arranjos
Eduardo Souto Neto - Guerra Peixe - Ricardo Villas


Participação especial

Boca Livre


************************
Capixaba criada no Recife, Teca Calazans vem de família pernambucana e musical. Cantora desde que se entende por gente, começou, em Recife, sua carreira como atriz no Movimento de Cultura Popular. Foi nessa época que pesquisou as danças e folguedos da região. Em 1964, fez parte, com Geraldo Azevedo e Naná Vasconcelos, entre outros, do grupo musical e teatral Construção. A sua estréia no disco foi com uma seleção de cirandas, em 1967, num 45 rotações. Em 1968 foi para o Rio, onde trabalhou como atriz no Teatro Opinião e em programas de televisão.

Em 1970, viajou para a França, onde conheceu Ricardo Vilas, com quem formou a dupla Teca & Ricardo, que atuou no cenário artístico até 1981 e gravou cinco LPs. Com a dissolução da dupla, voltou ao Brasil e retomou sua carreira solo, principalmente como compositora, com músicas gravadas por Milton Nascimento, Gal Costa e Nara Leão, entre outros.

O LP "Povo daqui" é permeado por letras de forte conteúdo social, tendo como ponto de partida a cultura popular, com arranjos sofisticados e músicos de primeira, Teca e Ricardo, alternam-se nos vocais e nos brindam com canções como "Povo daqui", "Minoria", "Desafio" e "As flores deste jardim".

Para saber mais: aqui!

O Homem Traça diz: ROAM!

 

As flores deste jardim

Um comentário:

Celsohare disse...

AMAR - Amigo do Amigo Roedor.... Cara, que massa te encontrar nesse espaço, tão virtual, tão real... a referencia é teu amigo que é meu amigo... (ale pestana) que me passou teu blog, e que em poucos dias devorei feito traça abstinente... isso me fazia falta sim... a sonoridade da minha data, meu tempo de garimpo e de raridadismo.... vou deixar esse comentario por assim, pra que tenhamos muitos mais assuntos pra... no enquanto fica meu reconhecimento pelo que tu fazes, por dividir essas beiras com essas traças outras que se reconhecem e se agraciam....
um enormeforte fraternabraço.... sou o celso e trabalho com teu brother no teatro, além... beijo n'alma sonoroitentista!!!!