quarta-feira, 22 de julho de 2015

Ney e Luli & Lucina - 2015



01 - O Vira
João Ricardo – Luli (Álbum: Secos & Molhados – 1973)
02 – Fala
João Ricardo – Luli (Álbum: Secos & Molhados – 1973)
03 - Toada & Rock & mambo & Tango & etc.
João Ricardo – Luli (Álbum: Secos & Molhados – 1974)
04 - Pedra de rio
Luli & Lucina (Álbum: Água do Céu – Pássaro – 1975)
05 - Aqui e Agora
Luli & Lucina (Álbum: Bandido – 1976)
06 - Bandolero
Lucina (Álbum: Feitiço – 1978)
07 - Me rói
Luli & Lucina (Álbum: Seu tipo – 1979)
08 - Napoleão
Luli & Lucina (Álbum: Sujeito estranho – 1980)
09 - Coração aprisionado
Luli & Lucina (Álbum: Sujeito estranho – 1980)
10 - De Marte
Luli & Lucina (Álbum: Ney Matogrosso – 1981)
11 - Napoleão
Luli & Lucina (Álbum: Ao Vivo em Montreux – 1983)
12 - Êta nóis
Luli & Lucina (Álbum: Destino aventureiro – 1984)
13 - Bugre (com Arrigo Barnabé)
Luli & Lucina (Álbum: Bugre – 1986)
14 - Bandolero
Lucina (Álbum: Ney Matogrosso Ao Vivo – 1989)
15 - Pedra de rio
Luli & Lucina (Álbum: As aparências enganam – 1993)
16 - Chance de Aladim
Luli & Lucina (Álbum: Olhos De Farol – 1999)
17 - O vira
João Ricardo – Luli (Álbum: Vivo – 2000)
18 - Napoleão
Luli & Lucina (Álbum: Vagabundo – 2004)
19 - Bandoleiro
Lucina (Álbum: Canto em qualquer canto – 2005)
20 - Fala
João Ricardo – Luli (Álbum: Beijo Bandido Ao Vivo – 2011)
21 - Êta Nóis
Luli & Lucina (Álbum: Êta nóis – 1984)

******************************

Há tempos que o início da história musical de Ney Matogrosso se associa à sua amizade com Luli. A apresentação de Ney à trupe de João Ricardo, o famigerado Secos&Molhados, já vai longe na história da MPB (ou do rock tupiniquim!). E a relação da carreira de Ney com as composições de Luli e Lucina se estendeu por essas décadas desde 1973. Ney gravou e regravou com arranjos especiais 13 das mais de 800 composições da dupla. São tantas as gravações que dá um disco só delas, do mesmo modo como Ney cantou o repertório de Cartola e de Chico Buarque. Assim, cá está a deixa para compilar esses registros da obra de Luli & Lucina na voz de Ney, um "disco" que surge originalmente das prateleiras do nosso inconstante, mas longevo, Criatura de Sebo.

O Homem Traça diz: ROAM!



Pedra de rio



Nenhum comentário: