quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Vivo! - Alceu Valença - 1976


1 - O Casamento da Raposa com o Rouxinol 
Alceu Valença
2 - Descida da Ladeira
Alceu Valença
3 - Edipiana Nº 1
Alceu Valença - Geraldo Azevedo
Emboladas
Treme Terra - Beija Flor
4 - Você Pensa
Alceu Valença
5 - Punhal de Prata
Alceu Valença
6 - Pontos Cardeais
Alceu Valença
7. Papagaio do Futuro
Alceu Valença - Geraldo Azevedo
Emboladas
Treme Terra - Beija Flor
8 - Sol e Chuva
Alceu Valença

Músicos
Flauta: Zé da Flauta
Guitarra: Paulo Lampião Rafael Ukulêle, Viola de 10 e 12
Cordas: Zé Ramalho da Paraíba
Bateria e Percussão: Israel
Percussão: Agrício Noya
Baixo: Dicinho
Viola e Violinha: Alceu Valença

*****************************


Alceu Valença foi o primeiro artista a fazer a fusão do ritmo nordestino com o rock a ganhar notoriedade nacional.  Raul Seixas até já havia misturado Elvis com Luiz Gonzaga (Let Me Sing, Let Me Sing - 1972) e também gravado com o grupo que acompanhava Jackson do Pandeiro (As Aventuras de Raul Seixas na Cidade de Thor - 1974), mas isso não se perpetuou como marca da sua música. Alceu juntou uma postura do rock psicodélico do fim de 60 e início dos 70 com as raízes musicais nordestinas. Em 1976 Alceu lançou o disco Vivo! registrando o repertório do show Vou danado pra Catende, cujo repertório ia além do seu primeiro disco solo Molhado de Suor (1974). 

Hoje o repertório desses primeiros discos não causam tanta estranheza entre os "forrozeiros" e "roqueiros", depois de desdobramentos como o Manguebeat, era de se esperar.  Tive a oportunidade de testemunhar o Show Vivo! no Festival Psicodália (em Santa Catarina na passagem de 2012 para 2013) e vi muitos jovens cabeludos chacoalhando a cabeleiras ao ouvir versos como "eu desconfio do cabelo longo de sua cabeça se você deixou crescer de um ano pra cá"!

O Homem Traça diz: ROAM!



Você Pensa

Nenhum comentário: